A Bienal e eu

Tenho andado muito chata, o trabalho tem me irritado muito, tudo é corte de custo, cortaram até meu carro, moro a 10 minutos do trabalho, mas de ônibus passo 3 horas no percurso, mesmo que eu trabalhasse em Ferraz de Vasconcelos, que é longe pra caramba eu iria demorar tanto, lembrando que são 3 horas para ir e mais 3 horas para vir.
Todas as possibilidades de fazer um curso foram pelo ralo, sem contar o salário que é ridiculo, nem com um aproveitamento de 100% do vestibular eu conseguiria cursar gastrônomia, eu contei que tentei??? Pois é eu tentei, fiz 55 % da prova, ou seja, 55% de desconto na mensalidade, mas fica para o ano que vem, nesse ritmo até os 40 eu consigo fazer uma faculdade.
Para ajudar a estiagem me deixou malzona, mau humorada e “gripada”, eu acreditava que era uma gripe qualquer, mesmo me arrastando e fungando fui a bienal, saí de casa no domingo pela manhã, muito contrariada, queria ter ido durante a semana, mas o meu emprego, não permitiu.
Ir no último dia é muito chato, já se pedeu tudo de bom, o meu consolo era os blogueiros falando ao final do dia.
Sabia que não compraria muitos livros, a grana está mais curta que nunca, mas lá fomos eu e o Chato,digo o Neto, ele também está insuportável.
Quando saí da estação Tiete do metrô e vi a fila para pegar o ônibus que levava até o anhembí, eu acho que praguejei contra umas 37 gerações passadas, a cabeça doia muito, mal conseguia respirar, um calor terrível, alguém sabe dizer onde está o frio??? e a chuva? Alguém ouviu falar?
Fiquei resmungando por dentro, pensando que quem trabalha não tem tempo de ganhar dinheiro e vejam só, já tem mais de 3 MESES, que eu estou trabalhando e não consegui juntar nada, nem pagar nenhuma dívida, nem comprar roupas, nem viajar, nem investir em mim…
Estou fazendo o que com o dinheiro? Continuava me corroendo, passei por uma farmácia comprei um antigripal, que só consumiu meus cinco reais a toa, nada aliviou em nada.
Quando cheguei a bienal, tive vontade de chorar, era um mar de gente, e eu toda dolorida, tive vontade de voltar do meio do caminho, mas eu sou mais macho que muito homem, encarei a fila e acabei lá cercada por livros.
Andei, andei, nada me agradava, acho que eu queria era comer brigadeiro, mas procurava “o livro do brigadeiro”, talvez eu quisesse comer brigadeiro lendo um bom livro. Nem preciso dizer que impliquei com tudo, até que ouvi anunciando o Gustavo Cerbasi e o Christian Barbosa no salão de idéias, foram eles que escreveram o “Mais tempo, mais dinheiro”, que eu lí e recomendo e consulto direeeto.
Peguei a senha, e continuei dando voltas, até tentei pegar a senha dos blogueiros, mas só depois das 16, continuei andando e nada de comprar livros, minha mãe dizia: ” Se você quer saber se a Sandra está bem, oferece para ela, um chocolate, um livro e um rádio, se ela desprezar, pode internar, ta com febrão”, e estava mesmo.
Assisti toda a palestra com os moços, recebi as respostas que eu tanto queria, de onde estava enfiando o dinheiro, e como organizar melhor minha vida.

Saí correndo para a arena gastronomica, que já contava com uma incrível lista de espera, dancei.
Fiquei igual cachorro na frente da máquina de assar frangos, olhando pelo vidro.
Depois de muito brigar e resmungar e sofrer, resolvi voltar para casa.
-Mas sem comprar nem um gibi? Perguntou o Neto.
Eu nem respondi, estava acabada, queria me deitar no meio da feira e dormir, de preferencia com chuva do caminhão dos bombeiros e meu livro do brigadeiro garantido, ainda acho que eu queria mesmo era comer brigadeiro.
Ele ficou chateado, gostamos muito de ler, gastamos tempo, dinheiro, muita energia para visitar a feira e voltaríamos assim, sem um livreto!
Foi quando ele entrou no stand da globo, e viu um que estava com um descontinho, de 50% em quase todos os livros. Ele escolheu esses dois.Não sei como não pegamos mais.

Já estava perto do horario de encerrar e começaram as promoções, passei no stando do senac, que também dava 50% de desconto, peguei mais estes dois.

Me arrependi de não pegar também o de confeitaria, quando chegamos ao caixa, ganhamos mais desconto e uma eco bag, como eles adivinharam que estava precisando?
Consegui tempo e força para entrar na saraiva e encontar, meu tão esperado, idolatrado, e salve, salve, livro do brigadeiro, para mim e para sortear, não sei porque encasquetei que queria sortea-lo.
Depois disso eu fiquei com medo de tanta promoção e meu cartão tão disponível, e corri o máximo que podia em diração ao ônibus.
Fui até pensa para casa, só livrão!!! Mas voltei feliz!!!

Ainda não tive tempo de brincar com eles, só sei que vou andar inspirada por um bom tempo, e com as dicas do Gustavo e do Crhistian, já eu abro um tempo na agenda para tudo o que me da prazer, ou acabo largando tudo para costurar e cozinhar, afinal, quem trabalha, não tem tempo para ganhar dinheiro.

Ps- Não estava gripada, estou com sinusite !!!

5 comentários Adicione o seu
  1. Rumores, são apenas rumores! eu, logo eu, chato ???
    Vc viu os livros que eu lhe dei de presente ? Como um cara desse pode ser chamado de chato… rsrs te amo.
    Mas foi um domingo proveitoso.
    E a próxima bienal será: a bienal do filho perdido.
    PQP, pais… tomem conta dos filhos.

  2. Olá, Sandroca,

    Li o seu relato e me diverti, apesar do seu sofrimento (desculpe!). É que o trágico muitas vezes tem partes cômicas. O bom é que, apesar de tudo, a sua via-crúcis teve bom resultado né?
    Faço questão de frisar isso, para que você atente para o fato de que todas as nossas experiências são válidas, já que contribuem para o nosso crescimento. Também acho que você não deve se ater à máxima do “Quem trabalha não tem tempo de ganhar dinheiro”, porque ela não é totalmente verdadeira.
    No mais, tenha ânimo, os bons acontecimentos já estão a caminho.
    Beijão e bom fim de semana.

  3. Ai,que saga hein !!
    Mas deveria ter ido na Bienal, só para comprar o livro do Jamie…, mas só de pensar na muvuca, cansei, rsrsrsrsr. AH, posso falar gostei muito desse blog, apesar de vc saber disso né, rsrsrsrsr
    bjus 1000

  4. Sei, muito bem!!! Sinusite é F…
    Oi Sandra, fiquei super feliz com sua visita. Essa “cozinha” ainda é nova, mas muito feliz. Sabe que eu entro no seu blog (praticamente) todos os dias e nem estou viciada…..
    Vc é guerreira e corajosa. Parabéns!!!!
    Ai como eu queria aquele livro……..

    Beijos doces,
    Verônica

  5. Ai menina sinusite é o óh.
    E viu, pensa positivo aí, por mais difícil que seja, afinal “não há mal sempre dure, nem bem que nunca acabe” ou o contrário…risos…
    Vai passar, você é guerreira.
    Bjs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *