Barrinhas de Maçãs

Fiz essa receita tem um bom tempo, gosto de fazer e postar, mas como precisava aproveitar os domingos para preparar e algum momento de folga, para postar, a receita foi ficando, junto com ela mais um monte de coisinhas gostosas, que vou fazendo, fotografando e esperando sei lá o que para postar.
Agora que fui demitida, sim eu consegui ser demitida, não sou mais uma técnica em nutrição de merda, não preciso mais usar meu uniforme de picolé de creme, picolé é para a nutri psicopata, eu era um bom cascão de vanilla.
O fato é que pedi pra sair, para me tornar uma confeiteira de verdade, estudar mais, confeitar mais, já até arrumei um trabalho na área, não é fixo, mas quebra um galho, estou procurando outros do mesmo jeito, em buffets ou confeitarias, para ajudar na produção. Então se alguma doceira precisar, é só chamar.
Também estou preparando uma apostila de cupcakes para dar cursos, continuo traduzindo o livro de cupcakes e alguns outros, acho que trabalho não irá faltar, espero que dinheiro também, afinal tenho filhos para criar e uma faculdade de gastronomia por fazer.

Enquanto a faculdade não pode ser financiada, vou fazendo minhas pesquisas nos blogs e nos livros, essa barrinha eu peguei no Technicolor  Kitchen , já falei que ando sempre por lá, babando e copiando receitas, aliás tenho tantas receitas que não sei se terei tempo de fazer todas nos meus 137 anos de expectativa de vida. É bom começar logo a por em prática.

Barrinhas de Maçãs 

Recheio de Maçã:
5 maçãs descascadas, sem sementes e picadinhas
1 1/2 colher de sopa de manteiga sem sal
1/2 colher de chá de canela em pó

Comece pelo recheio: junte as maçãs, manteiga e canela numa panela média e leve ao fogo baixo, mexendo algumas vezes, por 5 minutos ou até as maçãs ficarem macias. Deixe esfriar completamente.
Cobertura:
1 1/4 xícaras + 1 colher (sopa) – 185g – de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1/2 xícara + 1 colher (sopa) – 127g – de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
3/4xícara + 1 colher (sopa) – 162g – de açúcar refinado

Agora, a cobertura: coloque a farinha, o fermento, a manteiga e o açúcar numa tigela média e misture usando as pontas dos dedos, até formar uma farofa. Reserve.
Base:
100g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1/2 xícara + 1 colher (sopa) – 112g – de açúcar refinado
1 ovo
1 xícara + 1 colher (sopa) – 150g – de farinha de trigo peneirada
1 colher (chá) de fermento em pó peneirado
1 colher (sopa) de leite
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 160ºC; unte com manteiga uma forma retangular de 20x30cm, forre com papel manteiga ou papel alumínio deixando sobrar para fora da forma, formando “alças”. Unte o papel com manteiga e reserve.

Para a base, bata a manteiga e o açúcar com a batedeira até obter um creme claro. Junte o ovo e bata bem. Com a ajuda de uma espátula de borracha/silicone, misture a farinha, o fermento e o leite. Espalhe a massa na assadeira preparada – a camada ficará fina – cubra com o recheio frio e em seguida com a farofa. Asse por 40 minutos ou até dourar.
Deixe esfriar, remova da forma com a ajuda das “alças” de papel alumínio e corte em quadradinhos. Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva.

Cortei com o cortador de biscoitos para todas ficarem iguaizinhas, ficaram deliciosas, gosto muito de maçãs, e do perfume que espalha pela casa, quando preparamos algo com elas.

Nestes dias frios de primavera e horário de verão é uma ótima pedida.

8 comentários Adicione o seu
  1. Poxa, desejo muito sucesso nessa nova fase viu, tenho certeza que você conseguirá tudo o que quer.
    E essas barrinhas bom, hoje eu já passei muita vontade no seu blog viu! Risos…
    beijos querida

  2. Estava paseando por aqui, tinha vindo ver a barrinha de maçã, ai me perdi pelo indice procurando algo gostoso, foi quando me deparei com a sua saga com o pão delicia, e que delicia, adoro, amo de paixão esse pão. Sou baiana, na verdade “soteropaulistana” estou por aqui há 12 anos, mas ai como eu amo as comidas da Bahia, e esse pão é um desafio, já tentei várias receitas e até fica bom, mas sempre falta algo. Vou testar a sua hoje mesmo, depois vou contar lá no meu blog o resultado. Tomara que dê certo, pois para comer um bom e original aqui em Sampa, pago R$1,00 por unidade!!! O problema é que é impossível comer só um!!!!
    Beijos

  3. Oi,Sandra!
    Bem fico na torcida que as adiversidades se resolvam da melhor forma possível.
    As barrinhas de maçãs devem ter ficado uma delícia.
    Gostei da expectativa de vida, pois saiba que eu e meu marido tb queremos passar dos 100 anos e com saude…rsrsrs.
    Beijos,
    Re

  4. Realmetne essas barrinhas parecem ser tuuudo de bom, frô!
    E eu desejo que você se realize, o quanto antes, com a profissão dos seus sonhos, e que logo esteja esbanjando charme numa confeitaria, bistrô ou algo do tipo, só seu! ;oD

    Xerinhos, frô!

    paty

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *