Sonhos

Sim, esse é mais um texto de duplo sentido, como aquela frase que diz: ” Nunca desista de um sonho! 
Se não encontrar na primeira padaria vá em frente, tente em outra.
Passando por uma banca de revistas, notei que a ultima edição de “Prazeres da Mesa” fala sobre sobre sonhos, é a matéria de capa. Não comprei, I don’t have money!!!

Meus melhores sonhos foram consumidos na infância, quando minha mãe preparava, eu ajudava e comia muitos.
Se não me engano a receita era “sonhos celestiais” do livro da união da década de 70 eu acho. Não encontro mais o livro, nem a receita, apesar de tê-la reproduzido algumas vezes, não me lembro, não sou a senhora enciclopédia culinária.
Bem gostaria de ter um jeito de guardar minhas coisas, sem ter que carregar comigo, nem deixar no PC, que dá pau e me deixa na mão. Sem google, sem pesquisas. O jeito foi apelar para os livros e a velha dupla, papel e caneta.
Enquanto procurava uma receita de sonho, sonhava com as tardes de inverno, passando bolinhos de pão fritos no açúcar, raspando latas de leite condensado cozido e quebrando a cabeça pra tentar entender o que era aquele aroma maravilhoso vindo do creme amarelinho que recheava o sonho que o “tio” vendia na porta da escola todas as quartas.
Por falar em escola, toda festa para arrecadar fundos, tinha os sonhos da minha mãe. Nunca entendi com o que exatamente ela sonhava, com a casa própria, com nosso futuro, com viagens… Nunca ficou claro.
Muitas vezes me parecia que ela desistira de sonhar e tentava se manter muito tempo acordada.
Eu sempre fui sonhadora e dorminhoca, uma completa boa de cama.  Sonhava em ser grande, passear num carro vermelho, e uma parede cheia de livros para que eu pudesse passar o dia todo sonhando acordada.
Sonhava muito com a extinção das baratas, e como eu dormiria muito mais feliz, sem o risco de acordar no meio da noite e encontrar uma delas subindo pela parede do quarto. Ainda sonho com isso.
Ainda sonho com meu carro, nem me importa muito a cor, ainda quero ser grande, não gorda, uma grande profissional, sonho em me formar, nem que seja na faculdade da terceira idade.
Sonho em acordar deste pesadelo que virou minha vida. Já passei dos 30 e não encontrei ninguém que queira me pagar, nem pra ler, nem pra escrever. Acho que não sou muito boa nisso, ou talvez, eu só não tenha estudado o suficiente. Prefiro acreditar na segunda opção.
Isto tudo eu sonhei acordada enquanto preparava esta receita:

Sonhos União:
Retirada do livro: “União 100 anos” Receitas que fazem a nossa história pág 107

Ingredientes
Massa:
3 xícaras chá rasas de farinha de trigo (300g)
1 colher chá de sal (5g)
2 colheres de sopa de leite em pó (24g)
1 colher de sopa de açúcar (20g)
1 ovo
2 colheres de café de fermento em pó (4g)
3/4 de xícara de água (150ml)
2 tabletes de fermento biológico fresco (30g) Usei 1 sache de fermento seco
3 colheres de sopa de manteiga sem sal
óleo para fritar
Açúcar de confeiteiro para polvilhar.

Creme
 5 gemas (cerca de 100g)
1 e 1/2 xícara de chá de açúcar refinado
5 colheres de sopa rasas de amido de milho (40g)
2 1/2 xícaras chá de leite (500ml)
1 colher de chá rasa de manteiga (4 g)
2 colheres chá de essência de baunilha (10ml)
Usei também 1 colher de chá de açúcar vanille, para reforçar o sabor

Modo de Fazer:
Massa:
Misture a farinha com o sal, o leite, o açúcar, o ovo, e o fermento em pó e adicione água aos poucos.
Junte o fermento biológico e incorpore a manteiga até obter uma massa lisa e enxuta. Reserve por 10 minutos.
Modele pequenas bolas e reserve em local abrigado, até dobrar de volume.Asse no forno pré aquecido sem deixar corar.
Depois de completamente frios, frite os sonhos em óleo quente.Recheie com creme e polvilhe com açúcar de confeiteiro.
Creme :
Coloque todos os ingredientes na panela e leve para cozinhar em fogo baixo, mexendo sempre até engrossar.
Eu fiz assim, as instruções eram outras, mas deu muito certo, então pra que complicar?
Renderam – 18 sonhos.

Agora vem a realidade:
Já tem um tempo que estava descontente com o blog, sem conseguir dar conta, nem expor minhas idéias da forma que quero.
São dois anos de ” Eu sei Disso”, são dois anos separada, sem endereço fixo, sem emprego fixo, sempre achando que no dia seguinte tudo iria mudar, acabar, sumir.
Foram muitos projetos deixados de lado, tantos planos que não saíram do papel, muita cobrança.
Me parece que fechou um ciclo, hora de partir pra outra, fechar pra balanço, dormir e sonhar um pouco.
Pra que eu fui asistir “amor sem escalas”?
Aquela metáfora da mochila, as coisas que você tem, as pessoas que te cercam, o peso nas costas, queimar tudo , não as pessoas e sobreviver, livre, leve e solta.
Perder meus arquivos pela 3° vez em 2 anos apressou os fatos. Outra vez sem meus CDs, sem minhas fotos, meus textos e todo meu blá, blá, blá…
Não vou excluir o blog, também não sei se vou dar continuidade a ele.
Proponho uma brincadeira, enquanto eu penso, ou melhor eu sonho com o futuro. Dividam seus sonhos, planos e receitas, pode ser só a sugestão da padaria onde tem o melhor sonho da sua vida, se tiver fotos melhor ainda.
Pode contar como realizou um sonho, como continuar sonhando, a receita secreta do sonho da sua avó.
Me mande por email  sandraperessp@gmail.com
Vou postando tudo o que for recebendo e no final do prazo, faço um sorteio e conto minha decisão.
É claro que não sei o que vou sortear, aceito sugestões  e já podem começar a sonhar com o prêmio.
Temos até o dia 20 de março para sonhar acordadas.
Conto com vocês!!!

Ah, os sonhos tem muitos mais segredos que em breve quero desvendar e dividir.

Ah, 2, Eu tinha um pouco de recheio  que sobrou dos woopies red velvet e pensei porque não usar para rechear alguns sonhos, derreti goiabada e passei num saco de confeitar, enchi com o recheio de cream cheese e rechiei os sonhos, foram os preferidos, os de goibanada, como diz o João Pedro.

11 comentários Adicione o seu
  1. Sempre que leio o seu blog me identifico com você, me parecem vidas diferentes, com fatos e momentos diferentes, ficarei triste, se você desisti do blog, mas se for melhor para você,então que seja!
    Enfim, vou buscar nas minhas receitas, lá no meu blog de culinaria abandona do e mau cuidado, por falta de tempo, e mandar para você, quem sabe elas estão a altura de recheiar o seu blog.
    Eu também sou sonhadora, sonho acordada, e tenho sonhado muito, crie meus blogs para me ajudarem a buscar um sonho, sem enm mesmo saber o que realmente queria, mas atirei no que não vi e estou devagar acertando alguns alvos, então não perca nunca a esperança, mude a música, a roupa e os sonhos mas continue sonhando
    Beijos,
    Emanuela

  2. Sandra,
    Esse post especial, me fez viajar no tempo…
    Primeiro, porque também me lembrei da minha mãe, das delicias que ela preparava, e principalmente dos sonhos( os que realizei e os que não realizei).
    Fiquei muito empolgada com a sua proposta, sobre o email, também gosto de escrever, pois sou timida e falo pouco.
    Quando escrevo, solto a imaginação, a vontade, tudo…..e não paro.
    Adoro ler os seus posts, e acredito na sua vocação, por isso, não desita dos seus sonhos, os reais, porque o de comer, vc fez e muito bem.
    E espero de coração, que vc dê continuidade no blog sim, viu?
    Também me atrapalho com o tempo, ou melhor com a falta dele, e com a vida, e as suas obrigações, mas temos que ter uma válvula de escape, e porque essa válvula, não pode ser o blog???
    use ele a seu favor, e verá, como faz bem…
    Eu me senti bem, só de escrever esse mega comentário.
    beijos

  3. Amiga, sonhos são algo que demoram para acontecer, é uma receitinha que vamos colocando ingredientes aqui, outro ali, quando menos esperavamos (apesar do grande tempo que gastamos) estamos realizando o nosso sonho. O Manga vai fazer 3 anos e eu acho que não é tão reconhecido e querido, mas eu não largo o osso. Acho que vale a pena esperar, só não assista muitos filmes ok?!
    Bjss

    Nana
    http://mangacompimenta.com/

  4. Que lindo post.
    Acho que todas se encantaram e se encontraram nesse post. Algumas partes parecem ser da minha vidinha.
    Fiz meu blog para desestressar de uma vida cheia de surpresas inesperadas e chatas. É o meu mundinho, onde fico realizada com comentários e com certeza é o seu mundinho também.
    Sonhos demoram a se realizar… o que a gente deve fazer é nunca desistir e sempre correr.. correr atrás deles. Não desista, Não desista de nada, muito menos de ser feliz. =] beijoss

  5. Amiga… te entendo, te entendo, te entendo… hoje vivo uma vida muito diferente daquilo que um dia eu sonhei, mas sou muito feliz, ainda sonho com algumas coisas, mas às vezes penso que estou acomodada, sem temode correr atrás prá realizar, ou apenas… cansada… e quando concluo isso, me rebelo internamente. Me encho de coragem e continuo sonhando e tentando chegar ao que me impus, não desisitir é a chave de tudo, embora seja difícil eu sei… tenha fé, paciência (odeio quando me dizem isso) mas as coisas vão sim melhorar. A receita é uma tentação à parte. Beijos ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *