Direito, você conhece os seus???

Hoje acordei cedo e revoltada, o que eu previa aconteceu, o dinheiro acabou. Pouco trabalho, muitos projetos para investir e em andamento, nada que me traga uma renda para que eu possa criar meus filhos, que muito embora, eu saiba que tem muito mais que eu tive para crescer forte e inteligente, sei que falta muita coisa. Também sei que não cresci assim tão forte e inteligente, ou não estaria fazendo o cursinho pré vestibular aos 34 anos, correndo o risco de nunca me formar se o mundo acabar em 2012.
Hoje me enxergo muito importante, tanto quanto meus filhos na minha vida, se eu não me cuidar, me preparar, me impor, exigir não vou ter o que comer, nem meus filhos.
Muita gente que segue o blog, nem vai ler essa postagem, não tem foto, nem receita, trata-se de um texto longo e cansativo, não desimportante.
Não importa o quanto eu resmungue, reclame e trabalhe, nada vai mudar, porque sempre haverá um espertinho, que vai se achar na condição de me lesar, porque sou mulher, porque sou loira, porque eu existo ou porque é claro, ele acredita que precisa mais que eu, e o mundo é dos espertos.
Onde é que se estuda pra ser esperto???
Num país de muitos conformados e poucos espertos, é prioridade, manter todo o qualquer bem longe da escola, e corromper todos possíveis cidadãos que vão a escola, esses atendem pelo singelo nome de “advogado”. Como eu disse, não são todos corrompidos, alguns sobrevivem nadando contra a maré e ajudando pessoas.
Pessoas que pedem socorro, e dias depois voltam a seu conformismo, engolindo tudo que lhes é enfiado goela abaixo.
Até que a água bata na bunda novamente.
Sempre tive a fama de briguenta e encrenqueira. Olho para mim e me pergunto: – A troco de que???
Não tenho nada de que me orgulhe ter feito. Sem dramas, só fiz o óbvio, o que estava alí explicito, e você corre atrás dos seus direitos? Se preocupa e intima seu vizinho???
Algumas vezes prejudicamos outras pessoas sem saber, sem querer, por indução de terceiros, que lucram no momento e as partes que se virem depois.
Vou tentar aqui no blog, não decidi a frequência ainda, pois não sei como será minha vida na semana que vem, a esclarecer e motivar as pessoas a irem buscar seus direitos, dominarem suas vidas e seu dinheiro.

Vocês sabiam que quando compram um bem de uma pessoa/empresa, tem que exigir certidões de” nada consta” para vários órgãos afim de comprovar que não há pendências ou restrições nem no nome da pessoa ou do bem, pois assinando a compra você assume inclusive dividas pessoais?

Pois é!

Políticos, advogados, corretores, funcionários de cartórios, deveriam informar a cada compra realizada, a cada registro de bem, mas não fazem, e geralmente dá problemas.

Não sou uma estudiosa das leis, vou contando o que vivencio e aprendo, uma pesquisa rápida no google pode esclarecer. Encontrei esse link –

Para quem vai comprar um imóvel é muito importante que, antes de concluir a venda ou assinar qualquer papel, esteja certa de que o vendedor do imóvel não possui nenhum problema com a justiça, tão pouco o próprio imóvel esteja livre e desembaraçado.
Para ajudar, segue abaixo uma lista de documentos necessários para a concretização de uma compra e venda, considerada feita na boa fé:
a) Carnê do IPTU, do presente exercício com as parcelas vencidas devidamente quitadas;
b) Certidão de filiação vintenária, com negativa de ônus e alienações, atualizada, expedida pelo Cartório de Registro de Imóveis competente;
c) Certidão negativa de Impostos da Prefeitura até o exercício do ano vigente;
d) Certidões negativas de Ações Cíveis e de Família, atualizadas, em nome do VENDEDOR, pelo período de 10 anos;
e) Certidões negativas de Executivos Fiscais Municipais e Estaduais, atualizadas, em nome do VENDEDOR, pelo período de 10 anos;
f) Certidões negativas dos Cartórios de Protesto, em nome do VENDEDOR, atualizadas, pelo período de 5 anos;
g) Certidões negativas da Justiça Federal, atualizadas, em nome do VENDEDOR, pelo período de 10 anos;
h) Certidão negativa da Justiça do Trabalho, em nome do VENDEDOR;
i) CIC e RG do VENDEDOR (cópia autenticada);
j) Certidão de casamento em nome do VENDEDOR (cópia autenticada);
k) Cópia autenticada do comprovante de endereço do VENDEDOR;
l) Demais documentos, aqui não mencionados, poderão ser solicitados pelo XX (órgão financiador), responsável pela liberação do crédito, para esclarecimentos ou complementos, dos acima relacionados.
A compra na ‘boa fé’ configura-se quando, no ato do contrato de compra e venda do imóvel, constar todos os documentos relacionados acima, como Certidões Negativas. Estas certidões irão compor a lista de documentos, e lhe dará garantias de concretizar a compra. Caso algum documento apresente uma certidão positiva, deve-se levantar o motivo – em caso de ações judiciais, vale a pena solicitar a Certidão de Objeto em Pé, que mostrará o andamento do processo, e o quanto arriscado pode ser comprar aquele imóvel ou não. Se no ato do registro do imóvel não constar estes documentos anexados, junto a escritura definitiva, corre-se o risco, quem comprar, de perder o imóvel futuramente, ou por uma ação de despejo, hipoteca, ou qualquer outro que a justiça determine.
Portanto, fique atenta à compra de um imóvel. Para quem batalha a vida inteira e investe numa casa própria, costuma ser a economia de uma vida! Um patrimônio que deve ser cercado de garantias.

Vou levar minha fama de briguenta ao pé da letra, mas vou brigar com os meus direitos e vou cobrar mesmo, não está do jeito que eu quero, não assino.
Agora sim vão reclamar com razão!

Ah se houver algum advogado que queira participar, com uma notificaçãozinha pode me mandar um email, que eu posto aqui, não espere alguém quebrar a cara primeiro.

Em breve vamos fazer política.

8 comments Add yours
  1. Sandra, esqueceu-se de izer que essas certidoes, caríssimas no pacote completo, prescrevem e precisam ser renovadas em prazos pequenos (30 dias etc). E a gente enfrenta a burocracia de novo e paga tudo novamente, caso a transalçao comercial não tenha sido efetivada. Desgaste total.
    um abraço!!!

  2. Oi eu sempre leio seus textos mesmo que não tenha foto tá!!!!!!! A documentação esta correta só que se for financiar a caixa pede também o habitice (no caso de ser uma casa ou ap) que vc tira na prefeitura, vc paga por ele também. E se for só terra tem que ver uma tal de viabilidade para construir pois pode acontecer de estar tudo ok, vc compra paga e depois descobre que so pode um andar, ou menos ainda. Começar a luta é fácil o difícil é aguentar o tranco até o fim.
    Um beijo grande da Eliane.

  3. Sandra,
    Pode não parecer, mas esse meu jeitinho quietinha e timida engana..kkkkk
    Por ser sistematica e perfeccionista, não gosto de coisas erradas, e quando vejo uma, tento dialogar, não resolvendo, boto a boca no trombone.
    Corro atras dos meus direitos, reclamo e muito.
    alias, uso muuuuuito o site do Reclameaqui.
    quanto a documentação acima, não conhecia até pouco tempo atras, quando precisei vender um terreno e o comprador me pediu tanta coisa, que vc nem imagina.
    E concordo com vc sobre isso, muitos omitem muita coisa importante quando acontece uma venda ou compra de imovel, principalmente quando o contrato é de gaveta, aí a dor de cabeça aparece mais tarde.
    Por isso, adorei o post de hoje, tenho certeza que ajudará muitas pessoas.
    beijos

  4. Olha eu acho que você está mais que certa em sempre lutar por aquilo que acha correto, e se leva a fama de briguenta ou não, é para seu bem não é mesmo? Eu também sou da turma do barraco, e não é só comigo não, se vejo alguém por exemplo da terceira idade ser maltratado eu já tomo as dores da pessoa e me enfio no meio, porque tem muita gente mal informada não porque não tem acesso a informação, mas por comodismo, é mais fácil se fazer de ignorante do que se informar e assumir isso.
    Nesse caso dos imóveis eu só sei de tudo que precisa porque nós já fomos lesados justamente porque ninguém foi capaz de nos orientar corretamente, e não porque quem vendeu não sabia, mas porque foi ignorante o suficiente em tentar se dar bem as nossas custas.
    Enfim, te entendo e assino embaixo de tudo que você disse.
    E acho muito bacana você abrir esse espaço, vai ajudar muita gente com certeza.
    E torço muito para tudo fique bem por aí.
    Beijão.

  5. Sandra, oi! Minha especialidade é direito imobiliário. Já suei muito para consertar e salvar compras mal feitas, feitas sem assessoria, apenas com os dados e informações das imobiliárias. A apresentação das certidões, sempre atualizadas não só dos donos como dos antecessores é fundamental. A sua lista de documentos está bem boa, mas falta algumas coisas fundamentais, como, por exemplo, saber se o vendedor é empresário. Em caso positivo, mesmo que o imóvel não esteja em nome da empresa, é necessário fazer a pesquisa e ter as certidões relativas à empresa também, pois há muitas situações em que os bens dos sócios são atingidos, vem a ser penhorados e é uma dor de cabeça e tanto. E mais, se o imóvel for em local distinto da residência do vendedor, devem ser exigidas todas as certidões das duas comarcas. E por aí vai. É um assunto vasto, bem complexo. Na verdade, o ideal é que o comprador seja sempre assessorado por um advogado. Gasta-se aí, mas evita-se perder mais adiante.
    Beijo grande!

  6. É isso aí, ser uma cidadã consciente e lutar pelo que é certo não deve ter fama de briguenta! Eu prefiro ser briguenta e lutar pelo que é certo! E luto mesmo! Não aceito quando as coisas não saem do jeito que foi combinado e ponto final! Dia desses tive um arranca rabo com a Toptherm e entrei no site do reclama aqui e, é claro, eles só sabem pedir desculpas!
    Sandra, tomara que esse espaço que vc está criando fique mais ou menos parecido com o reclama aqui, porque tá mais do que na hora das pessoas lutarem pelos seus direitos e fazer valer o que está acordado!
    E eu leio sim, viu? Mesmo sem foto!
    Acho que vc não leu uma postagem minha (texto do marido. Também pensei que muita gente não leu porque não tinha fotos nem receitas!
    É isso aí!
    Beijo no core!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *