Bem Casados

Eles são meio injustiçado graças a pessoas que preparam a receita sem muitos cuidados e deixam o bolinho com cheiro de ovo. Apesar de ser de origem portuguesa, ou seja, a base de ovos, os brasileiros adaptaram e adotaram para todas as festas. Hoje em dia tudo é desculpa para reproduzir uma receita de bem casado, tem o bem nascido, bem vivido, bem sucedido, bem empregado,  atendi um pedido de uma amiga que arrumou um emprego novo e levou para todos do trabalho um bem casado. Chame de bem o que quiser, mas inclua o no cardápio da festa.

Bem casados

Não se trata de um doce caro, há vários processos a serem feitos e suas embalagens é que encarecem o produto.

Eu recomendo que em um casamento o próprio bem casado seja a lembrancinha, aliás eu gosto de lembrancinhas comestíveis, em uma outra postagem em explico o por quê.

Bem vivido
Bem vivido

Depois de muitas pesquisas, não faço nada sem ler muito antes, descobri que são recomendados pelo menos 1,5 bem casados por pessoa na festa. Alguns fornecedores entregam até sacolinhas personalizadas para que o convidado fique a vontade para levar os doces para casa. Eu acredito que cada um sabe do seu bolso, já fiz festas em que quase fui levada também para continuar cozinhando doces para os convidados.

Vamos a receita:

Bem Casados

Massa

  • 4 ovos
  • 4 colheres de sopa de açúcar
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 10 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1 colher de café de essência de baunilha 

Recheio 

  • 1 lata de leite condensado cozido por 10 minutos

Calda

  • 500g de açúcar de confeiteiro (glacúcar)
  • 100 ml de água

Modo de Preparo:

Massa: Em uma batedeira bata os ovos e o açúcar por aproximadamente 10 minutos, o tempo é um dos segredos para a massa ficar sem cheiro de ovos, junte o fermento em pó e desligue a batedeira, outro segredo, o fermento antes da farinha. Acrescente a farinha mexendo delicadamente  até a massa ficar homogênea. Agora há duas opções, espalhar a massa sobre uma assadeira untada e levar para assar ou colocar a massa num saco de confeitar com bico perle e pingar sobre a forma, também untada e enfarinhada. Eu acho que rende mais com a massa pingada. Leve ao forno médio alto, pré aquecido, por mais ou menos 10 minutos. Retire do forno e disponha sobre grades para esfriar.

Recheio: Você pode rechear com o doce de leite de sua preferencia, desde que esteja numa consistência pastosa para não melar. Eu gosto de cozinhar uma lata por 10 minutos na pressão. Sempre cozinho um dia antes, porque só pode abrir depois de bem fria. Também coloco o doce num saco de confeitar para rechear o bem casado, espalho o doce na metade dos disquinhos e cubro com a outra metade.

Calda: Dissolva o açúcar na água e leve ao fogo até levantar fervura, retire a panela do fogo e com o auxilio de um garfo, banhe os bem casados e deixe na grade secando  por pelo menos 8 horas antes de embalar. A calda tem que ficar consistente, nem rala, nem grossa, se ficar rala vai melar o doce, se ficar grossa vai deixar uma casca dura de açúcar, o que também não é legal.

Para embalagem, pode ser usado o crepom nacional, o importado, tecido, caixas o que preferir, desde que bem embalado em celofane. Para arrematar fitas, se for de cetim recomendo que seja o duplo, para que o laço fique em harmonia e aí é só usar a criatividade e combinar acessórios de bijuterias, terços, flores, fitas com as cores da festa e embalar seu doce lindamente.

Bem vivido
Bem vivido

Dicas para o doce, pode se misturar nozes, amêndoas, pistache no recheio ou na massa, também, ou  algum licor ou suco de limão na calda. Eu fiz vários testes nos últimos dias e tudo ficou ótimo, passei a receita do tradicional, mas é sempre aconselhável ousar.

Outra dica importante é não acreditar em quem diz que existe o tal ingrediente secreto, ele só pode ser amor, dedicação ou qualquer coisa assim, não há técnica secreta, nem ingrediente secreto, existe sim a persistência. Aliás eu não provei, mas tive péssimas referencias de alguns ditos os melhores de São Paulo, não pretendo entrar no mérito da questão agora, isso pode acontecer por vários motivos.

Façam, deixem seus cometários, mandem dúvidas e opiniões !!!

 

22 comentários Adicione o seu
  1. Estou querendo fazer os do meu casamento… será que consigo?! Essa massa fica firme assim, de dar ponto de pingar na forma? Nesse caso, tem que colocar muito distante ou só um pouco, que nem pão de queijo? Depois de prontos e recheados posso guardar quanto tempo até consumi-los?

    1. Eu já fiz dos dois jeitos, gosto mais de fazer de pingar na forma própria que tem as cavidades, na forma lisa ela espalha um pouco aí é bom ter um cortador para acertar os disquinhos de massa. Depois de prontos da para deixar por 7 dias embalados em pote bem tampado. Já ouvi que tem gente que guarda por mais dias em geladeira, eles embalados com o plástico, mas nunca tentei. Acho que você pode fazer uns 3 dias antes do seu casamento que dá certinho!
      Na duvida faça uma receitinha bem antes da data pra testar, é bem fácil e é baratinha, o mais caro é a embalagem, assim você treina e tira as duvidas. Se precisar de mais dicas, sempre estou por aqui !!!

  2. Eu já fiz dos dois jeitos, gosto mais de fazer de pingar na forma própria que tem as cavidades, na forma lisa ela espalha um pouco aí é bom ter um cortador para acertar os disquinhos de massa. Depois de prontos da para deixar por 7 dias embalados em pote bem tampado. Já ouvi que tem gente que guarda por mais dias em geladeira, eles embalados com o plástico, mas nunca tentei. Acho que você pode fazer uns 3 dias antes do seu casamento que dá certinho!
    Na duvida faça uma receitinha bem antes da data pra testar, é bem fácil e é baratinha, o mais caro é a embalagem, assim você treina e tira as duvidas. Se precisar de mais dicas, sempre estou por aqui !!!

    1. Olá Eliza, não tem problema não. Já guardei por vários dias em casa, em local seco e fresco e ele estava até mais gostoso. Acredito que dure até 15 dias. Claro que não tem como vender depois de tanto tempo, mas 3 a 4 dias ele se mantem em segurança. Certifique se de não ter formigas na casa.

  3. Olá Sandra gostei muito da sua receita mas como nunca fiz, preciso saber se a calda eu banho o doce depois de recheado ou disco por disco ?

  4. Oii então…eu fiz essa receita e infelizmente não deu certo..tava dando tudo certo até eu colocar as 10 colheres de farinha de trigo. Vou explicar melhor..tava colocando aos poucos o trigo mas aí ao finalizar a massa, a mesma ficou muito grossa e pesada e acabou q não deu certo..confesso que coloquei as colheres bem cheias de farinha..será que vc pode passar as medidas por grama? Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *